fechar
Personal Branding

12 Erros que podem destruir a sua Marca Pessoal

Hoje, quem busca se promover através redes sociais precisa conhecer os benefícios de ter uma marca pessoal forte. Mas, se este tema for novo para você, acompanhe minhas publicações aqui no blog, porque além de falar sobre como usar as redes sociais para ganhar visibilidade para o seu negócio, também compartilharei conteúdo sobre Personal Branding.

Você precisa tomar cuidado com a sua imagem pessoal, ainda mais no ambiente online, onde todos podem ver o que você faz. Lembre-se que privacidade não é uma das possibilidades de quem está nas redes sociais. Porém, é importante tomarmos alguns cuidados para evitar más impressões, seja por parte de recrutadores ou pessoas interessados em fazer negócios com você.

Cuidados com a sua marca pessoal te ajudarão a alcançar seus objetivos de carreira.

O fato é: quando estamos desenvolvendo a nossa marca pessoal é comum cometermos erros, isso faz parte do aprendizado. E, por esta razão, quero compartilhar com vocês algumas coisas que aprendi durante essa trajetória, onde sai do mundo corporativo, aquela coisa tradicional, cumprindo horário das 9 às 18 horas para encontrar a minha paixão. Precisamos entender que haverá erros e acertos e espero que essas dicas que vou compartilhar te ajude a minimizar as chances de cometer os mesmos erros que eu mesma já cometi.

Mitigando esses erros e gerando uma marca pessoal forte e eficaz, é bem possível que você aproveite melhor e mais rapidamente as oportunidades que podem surgir.

Vamos lá?

1) Não definir sua identidade

Se você não define sua identidade pode ser criada uma confusão sobre a sua marca. É importante encontrar um diferencial. Para fazer isso, você deve se analisar e descobrir quem você realmente é, quais são as palavras-chave que definem os seus interesses, como você quer ser percebido pelas pessoas. Mas o mais importante, independentemente de qualquer coisa, seja você mesmo!

2) Não definir seus objetivos

Se seus objetivos não estão claros, será difícil as pessoas te encontrarem. É importante que você obtenha um ou mais objetivos claros:

  • Pelo você quer ser conhecido;
  • O que você quer alcançar;
  • Como alcançar seus objetivos, etc.

3) Não seguir seus objetivos

É um erro comum pular etapas na criação de uma marca pessoal para atingir nossos objetivos. É normal criar um blog ou ter várias contas em perfis nas redes sociais para nos comunicarmos sem realmente ter objetivos. Para evitar isso, tenha claro quais objetivos você quer alcançar, como por exemplo: fazer parte de uma comunidade, se aproximar de profissionais com interesses semelhantes aos seus, ser reconhecido como referência na área e quanto mais ideias você tiver.

4) Usar nomes de usuários diferentes nas suas redes sociais

Por vezes costumo ver a mesma pessoa utilizando diferentes nomes de usuários em suas redes sociais., Eu não aconselharia fazer isso, pois pode dificultar a busca que as pessoas irão fazer sobre você.
Entendo que muitas vezes o seu nome pode não estar mais disponível. Nesse caso, é recomendável usar nomes que seja fáceis de serem lembrados. Também é uma boa prática usar a mesma imagem no perfil, para facilitar o reconhecimento.

5) Não cuidar de sua imagem na Internet

Alguma vez você já pesquisou o seu nome no Google? Sua marca pessoal online é o que o motor de busca vê sobre você, então fique atento sobre como vai a sua presença na Internet. Hoje qualquer empresa ou pessoa que quer saber sobre você te procura pela internet.

6) Não ser consistente

Uma marca pessoal com ideias pouco claras e metas indefinidas dificulta o processo de construção de autoridade. É um erro tentar mostrar diferentes aspectos de si mesmo em termos de rede social sendo que não temos clareza sobre isso.
Quanto mais natural e coerente forem as suas atitudes, melhores serão as suas chances de construir uma boa marca pessoal.

7) Deixar suas redes abandonadas

A pior coisa que você pode fazer depois de obter a sua marca pessoal é parar de atualizar as plataformas das quais participa. Se você cometer tal erro, pode perder tudo o que já conquistou!
Por exemplo, se deixar o seu blog ou um dos seus perfis desatualizados, ou parar de interagir com outros profissionais com quem você falou anteriormente, eles poderão se esquecer de você.

8) Possuir uma estratégia de conteúdo irrelevante

Você deve estudar muito bem o tipo de conteúdo que deseja compartilhar. Descubra que tipo de conteúdo seu público está interessado, e não se esqueça, compartilhar conteúdo diz muito sobre quem você é e quem você quer ser.

9) Não se reinventar

É um erro que você fique sempre com os mesmos objetivos. Se você insistir nisso, a sua marca pessoal se tornará obsoleta.
Busque novas metas, pense de maneira diferente, faça coisas que você não fez antes, encontre novas alternativas para algo que não funcionou, saia da zona de conforto, esses são aspectos que reforçam a sua marca.

10) Não se atualizar

Este é outro ponto no qual costumamos falhar muito. Ao pensar que, por já termos uma marca pessoal forte, não é mais importante manter a busca por coisas novas. Quanto mais conhecemos o ambiente em que atua, mais ideias e soluções podemos trazer para o nosso dia.

11) Usar canais inadequados

As redes sociais podem se tornar seus aliados, mas para isso você tem que conhecê-los bem e saber qual escolher. É um equívoco achar que você deve estar em todas.
O LinkedIn é a rede social profissional, por isso ela é aconselhável para cuidar bem do seu perfil. Mas não é o único, eu também gosto muito do Twitter.
Mas o ideal é buscarmos a rede social que mais se adequa ao nosso perfil. Onde as pessoas pelas quais você tem interesse em se relacionar estão? Pense sobre isso e escolha uma.

12) Não fazer Networking

Você pode ser muito diferente das outras pessoas, trazer muitas ideias ou ter qualidades excepcionais, mas se ninguém te conhece, parece que ter tantas qualidades pode acabar não valendo de nada. É importante estar em constante contato com as pessoas e com as questões relacionadas com a sua área de atuação.
Não se esqueça que um bom contato pode ser a porta para uma nova oportunidade, inclusive de emprego. O importante é o seu nome estar nas mentes de muitas pessoas.

Neste artigo eu falei sobre alguns erros muito comuns cometidos com a gestão da marca pessoal. Espero que você tenha conseguido extrair as informações para adaptá-las em sua rotina, assim poderá reforçar a sua marca pessoal no ambiente online.

Não se esqueça que ter uma boa imagem pessoal ajuda (e muito) alcançar seus objetivos, mas eles devem ser tratados com cuidado e carinho até o último detalhe.

Você gostou deste post?

Será que você achou útil?

Quais outros erros você acrescentaria?

Compartilhe através dos comentários e ajude-nos a construir novas ideias!

Tags : CarreiraMarca PessoalPersonal BrandingRedes SociaisVisibilidade Profissional
Priscila Stuani

Autora Priscila Stuani

Graduada em Marketing (UAM), Pós-graduanda em Neurociência aplicada à educação (UAM). Depois de atuar no mercado de serviços B2B por 7 anos, me tornei facilitadora do aprendizado, faço a interface entre o aluno e a teoria/prática. Também estou focada em apoiar profissionais no processo de criação de posicionamento no ambiente digital através do conteúdo para blogs e redes sociais.