fechar
Personal Branding

Elevator Pitch: como criar um discurso que transmita quem você é

Já faz um tempo que acompanho o universo do Personal Branding e sempre que tenho oportunidade, gosto de escrever posts para compartilhar o que tenho visto e praticado.

Inclusive se você também é um entusiasta sobre o tema, recomendo a leitura do meu eBook 5 Passos para desenvolver a sua marca pessoal nas mídias sociais.

Antes de tudo, faço um alerta: esse post não vai dar dicas de marketing pessoal apenas. Meu convite é que você faça uma reflexão sobre você, sobre como você quer ser percebido pelas pessoas e o que pretende fazer para tornar isso uma realidade.

Um processo de Personal Branding tem várias etapas e eu sei que não vou resolver seu problema nesse único artigo (seria muita ingenuidade da minha parte), mas sinceramente espero que você comece a refletir sobre a importância de gerenciar a sua marca pessoal melhor. Afinal de contas, todos temos a nossa, o que nos diferencia é a forma com que lidamos com ela.

Preparados?

O ideal é que você pegue um papel e caneta para anotar tudo o que veremos a seguir. E não é só isso… Para que as coisas façam sentido, você precisa praticar. Então sabe aquele Meetup que você costuma entrar mudo e sair calado, por exemplo?

Pois é, lá pode ser uma ótima oportunidade para você treinar suas técnicas de apresentação. Não deixe para fazer isso apenas no dia de uma entrevista. Cada oportunidade que surgir para se apresentar veja como única.

Muito se tem falado sobre o Elevator Pitch por conta das startups. Mas a ideia deste post é vermos o poder dele dentro do contexto das entrevistas de trabalho.

Inclusive você pode usar essas técnicas em eventos para promover o seu networking.

Em um ambiente com excesso de informação é necessário se destacar de alguma forma e construir um discurso poderoso sobre sua marca pessoal irá te ajudar muito.

Estas técnicas diz respeito sobre como podemos criar um discurso em que sintetizamos nossas principais habilidades e competências e sobre aquilo que podemos contribuir para qualquer organização ou projeto que você deseja trabalhar, por exemplo:

  • Sou desenvolvedor de software certificado com 7 anos de experiência em desenvolvimento de aplicações e ferramentas para financeiras.
  • Sou contador especializado em empresas de médio porte e que realmente gosta de pôr em prática minhas habilidades profissionais para apoiar a cultura empresarial das empresas em fase de consolidação do negócio.

Este discurso é ótimo se você quer atrair a atenção de um futuro chefe ou recrutador que recebe o seu CV (dica: lembre-se de atualizar o resumo do seu perfil do LinkedIn, ali é a primeira coisa que um recrutador repara, quanto mais conciso, melhor).

Agora pensa comigo:

  • Onde você pode usar seu discurso de marca pessoal?
  • Como você pode fazer um?
  • Quais são as principais dicas que o ajudarão a se destacar?

É sobre isso que falaremos a seguir.

Como usar o discurso que melhora sua marca pessoal

Seu discurso pode ser feito em qualquer lugar que possa ajudá-lo a se “vender” como um potencial candidato: no topo do seu CV, em uma carta de recomendação, em um e-mail ou em seu perfil no LinkedIn.

Você também pode usá-lo ao iniciar uma entrevista de emprego ou em um encontro de networking.

Você não quer parecer que está repetindo um script decorado, mas é útil ter um resumo rápido, especialmente se você estiver enfrentando um desses momentos em que sua mente fica em branco e você não consegue descobrir por onde começar.

O discurso em sua forma mais simples consiste em uma única frase no estilo dos exemplos anteriores, mas é útil ter versões diferentes para adaptá-los a diferentes contextos.

Por exemplo:

  • Desenvolvedor de software com forte experiência no setor financeiro.
  • Desenvolvedor de software com 7 anos de experiência em desenvolvimento de aplicações e ferramentas para  o setor financeiro.
  • Desenvolvedor de software com 7 anos de experiência em desenvolvimento de aplicações e ferramentas para o setor financeiro. Procuro oportunidade para desenvolver minhas habilidades para liderança de equipe em um ambiente em que a inovação tecnológica seja vital para o sucesso do negócio.

Como preparar um discurso que transmita sua missão e objetivos

Como você pode ver nos exemplos abaixo, sua declaração de objetivos tende a seguir a seguinte fórmula:

“[Eu sou] um X com Y à procura de Z.”

X resume o que você faz, idealmente com algum tipo de credencial ou um plus, por exemplo: «Certificado por…» ou «grande experiência» ou «bilíngue».

Y está relacionado com sua experiência e ao tipo de valor que você oferece, por exemplo: “Com 5 anos de experiência na negociação de fusões e aquisições no setor varejista”.

Z é o que você está procurando neste momento, mais uma vez, idealmente também enquadrado como um benefício para o seu potencial “público”, por exemplo: “Eu procuro aplicar minhas habilidades de desenvolvimento de negócios para iniciativas bem-sucedidas de angariação de fundos para o setor sem fins lucrativos”.

Principais sugestões para que seu discurso se destaque

Comece listando suas principais habilidades, qualidades e experiências.

Pense sobre:

  • O que te destaca?
  • Quais são suas principais qualidades que podem interessar ao mercado?
  • Como você pode combiná-los para gerar o melhor efeito em seu discurso?

Pense em alguém que você conhece que tem uma experiência semelhante e os mesmos objetivos que você. O discurso dele soa o mesmo que o seu? O que você pode mudar para que o seu seja diferente?

Cada palavra deve servir para enriquecer seu discurso. Não há lugar para clichês, repetição ou ambiguidade. Continue trabalhando até você ser tão conciso quanto um bom título de livro.

Certa vez estive em um evento gigante de tecnologia e o público ia do analista ao CEO. Enquanto conversava com uma e outra pessoa, observava o que as pessoas falavam e como se comportavam. A grande maioria falava algo na linha “Meu nome é fulano e eu trabalho numa empresa que oferece soluções para o setor y”.

A impressão que eu tinha é que durante o dia rolou vários Déjà vu… Foi uma experiência marcante, mas não porque troquei vários cartões e ouvi discursos idênticos, mas sim porque ao final do dia eu não conseguia me lembrar do nome de ninguém ou o que aquelas pessoas faziam.

Seguindo…

Lembre-se também que o seu discurso não deve conter detalhes da sua vida pessoal.

Mantenha o nível profissional e evite extravagâncias ou expor um pensamento abstrato sobre a vida. Falar mal do seu chefe atual, da empresa ou dos colegas de trabalho nem pensar!

Há que diga: isso é óbvio, Priscila.

Cuidado! A obviedade é um ponto de vista.

Lembre-se sempre de manter seus pés no chão. Evite frases como “incrivelmente talentoso” ou “super inteligente”. Por mais incrível que pareça, acredite em mim: as pessoas fazem muito isso.

Outra ação importante que você pode realizar é: pratique seu discurso com amigos e familiares.

Isso será bom para te ajudar a encontrar o que pode ser melhorado e descobrir o que pode te deixar mais confortável e que seja fácil de dizer.

Evite a todo custo clichês e frases como “apaixonado”, “orientado para os resultados”, “motivado”, “altamente organizado” e “soluções”. As pessoas costumam ignorar essas palavras uma vez que são bastante genéricas e amplamente utilizadas.

Em vez disso, use outras frases que agregam valor e detalhes específicos, por exemplo, “MBA recente com…” ou “desenvolvedor Python com…” ou “especialista em tesouraria com…”.

Mantenha-se atualizado

Tal como acontece com o resto do seu CV, é uma boa ideia rever o seu discurso regularmente e atualizá-lo à medida que suas habilidades, experiências e mudanças de aspiração acontecem.

Quando comecei a empreender, meu título no LinkedIn foi “Impulsionadora de negócios”. Na época eu me dedicava criar conteúdo e gerenciar a presença de empresas no ambiente digital. Posteriormente me posicionei como “Facilitadora do aprendizado”, já que passei a trabalhar na Alura e atualmente meu título é “Neuroeducadora”, graças a uma especialização que fiz em Neurociência aplicada à educação e a experiência que tenho acumulado ao longo dos últimos anos. Provavelmente esse continuará nos próximos 5 anos, já que é o período que levarei para concluir mais uma graduação (dessa vez em psicologia).

Mais exemplos

Aqui estão alguns exemplos que te ajudará na criação do discurso que melhor descreve a sua marca pessoal:

  • Especialista em marketing digital internacional que lançou mais de 20 sites em 10 idiomas e 12 países. Agora estou procurando uma oportunidade para combinar minhas capacidades de marketing técnico e criativo, com foco em e commerce.
  • Sou um especialista em comunicação e procuro fazer a diferença em uma empresa que realmente quer contar sua história de forma única, memorável e impactante.
  • Desenvolvedor de negócios para a área de saúde. Procuro uma organização que compartilhe minha visão sobre prestar um atendimento personalizado e que incorpora as diferentes dimensões fundamentais para o bem-estar dos clientes.
  • Consultor de recrutamento e seleção especializado no setor de Tecnologia da Informação. Tenho experiência em atendimento a empresas de grande porte do ramo de aviação.

Lembre-se: Marca Pessoal está relacionado com a sua essência. De nada adianta decorar o melhor discurso se na prática ele não tem nada a ver com quem você é. Não venda algo que você não é. Não seja algo que você não é.

Tire um momento para refletir sobre esse artigo e crie o seu discurso.

Como você se apresentaria para um recrutador ou uma rodada de networking?

A minha apresentação ficou assim: Graduada em Marketing, Pós-graduada em Neurociência aplicada à educação, atualmente estudante de Psicologia, quero ajudar as pessoas a ressignificar seu aprendizado através de técnicas de foco, criação de novos hábitos e autoconhecimento.

Agora é sua vez, que tal se apresentar para mim nos comentários?

Lembre-se que depois que você criar e refinar a sua apresentação, atualize as descrições do seu LinkedIn e CV.

Abraços e até a próxima.

Priscila Stuani

Tags : apresentaçãodiscursoelevator pitchMarca PessoalPersonal BrandingPriscila Stuani
Priscila Stuani

Autora Priscila Stuani

Blogueira graduada em Marketing, Pós-graduada em Neurociência aplicada à educação, atualmente estudante de Psicologia. Quero te ajudar a ressignificar o seu aprendizado através de técnicas de foco, criação de novos hábitos e autoconhecimento.