fechar
Carreira

O poder das mudanças: as vantagens de desenvolver um mindset de crescimento

Minha carreira foi marcada por várias mudanças. Primeiro comecei a trabalhar com Serviços, ao fazer graduação em Marketing pensei: trabalhar com Marketing de Serviços é minha vida, minha missão!

Tudo ia muito bem até que comecei a ser voluntária no Projeto Implantando Marketing em 2010. Me apaixonei pelo Marketing Digital, inclusive  fui Monitora Voluntária na faculdade sob a coordenação da querida mestre Nanci Maziero.

Ao sair do mercado corporativo em 2013 decidi me tornar uma Social Media. Um hobby se tornou minha profissão e em parceria com a querida Vanessa Alkmim comecei a empreender.

A partir disso um novo universo se abriu para mim. Tive a oportunidade de trabalhar com o Henrique Carvalho, fundador do Viver de Blog e o Alexandre Magno, autor do Learning 3.0.

  Foto: Priscila Stuani e Alexandre Magno, Junho/2016

Foi um período incrível. Sabe quando você trabalha com o que ama e com pessoas maravilhosas? Eu sei. Não que os outros trabalhos não tivesses pessoas adoráveis e incríveis, mas o fato de eu empreender deu um toque especial nessas experiências.

Admito que no começo foi difícil me acostumar com tanta flexibilidade e autonomia. Já que vinha de um mercado cheio de cobranças e falta de reconhecimento.

Tudo ia muito bem até que mais uma mudança aconteceu na minha vida.

No dia 01 de dezembro de 2015 comecei a trabalhar na Alura. Eu não tinha noção de que ela existia, nem do quanto o Guilherme Silveira era um líder incrível, já que não sou da área de programação.

Mas tudo bem.

Mais uma vez fui com a cara e com a coragem ver no que dava… Afinal de contas trabalhar com educação sempre foi um dos meus sonhos, que achava muito distante, até que essa oportunidade chegou.

Às vezes me pego lembrando da minha brincadeira preferida de quando era criança, com 5 anos aproximadamente. Sabe o que era?

Acredite: eu brincava de ir para a escola.

Colocava minha mochilinha nas costas, meus lápis de colorir, caderno, livros e ia para uma área da casa dos meus pais onde era a “escola”. Me fala se isso não é nerdice demais? Rs!

Mas vamos lá.

Mindset de crescimento

Sabe quando você faz algo e só depois entende que aquilo tem um nome? Isso já aconteceu várias vezes comigo e uma das que mais me marcou foi quando estudei sobre o Mindset de Crescimento. A maneira com que lido com as mudanças está fortemente relacionado com ele. O negócio é não tremer na base. Correr riscos calculáveis fazem parte dessa dinâmica. Não somos uma pintura à óleo, emoldurada em um quadro com bordas douradas… Veja-se como um esboço feito à lápis. Se não der certo, apague e recomece. Sempre focando em fazer o seu melhor, aquilo que te dá prazer, que enche seus olhos de brilho.

Inclusive se você quer saber qual é o seu tipo de Mindset, faça este teste.

Saia da sua zona de conforto

Eu terminei a graduação em Marketing em 2013 e desde então não achava uma Pós-Graduação que me interessasse. Até que achei o curso de Neurociência aplicada à educação. Li a ementa do curso e pensei: é disso que eu preciso!

  Foto: Alunas Turma Neuroeducação 2016/2017 – Anhembi Morumbi.

Embora eu não tenha a base em pedagogia, esse curso me ajudou muito a ver a educação com um olhar de Raio X. O que eu posso fazer para melhorar o processo de aprendizado das pessoas, considerando que elas possuem diferentes características? O que pode atrapalhá-las em seu aprendizado? Quais são as causas que podem motivar ou desmotivar um indivíduo quando falamos em aprendizado? Como ajudá-los a significarem o aprendizado?

Essas são algumas das perguntas que me fiz durante o curso… Algumas tem respostas, mas parece que para cada uma que entendo, surgem mais 10 dúvidas! Mas é assim mesmo, afinal de contas não são as respostas que movem o mundo, são as perguntas.

Críticas

Sempre vai ter aquela pessoa que dirá: mas lá vai ela mudar de novo?

Sim, mudarei quantas vezes achar necessário.

A vida é muito curta para fazer apenas uma coisa, ainda mais se você não se empolga tanto com ela.

Concordo plenamente que ter foco na vida é essencial, mas concordo também que somos pessoas em constante mudança, nos descobrimos dia a dia e temos todo o direito de fazer novas escolhas e passar por mudanças. E se for para enxergar novas oportunidades, fazer coisas diferentes, desenvolver habilidades e competências que você sequer achava que não tinha, porque não?

Mais desafios

Trabalhar com educação é muito gratificante, ainda que pouco reconhecido, infelizmente.
Você tem noção de que se alguém não tivesse se dedicado à sua educação você não estaria lendo nem compreendendo este post?

Pois é, só lamento que a educação no Brasil seja tão negligenciada, mas ao mesmo tempo penso: posso fazer a diferença na vida das pessoas, posso ensiná-las. Longe de me achar a última coca-cola do deserto, mas não tem sensação melhor do que receber feedbacks dos alunos. E quando falo em feedback não me limito ao de reconhecimento, mas se recebo um feedback de avaliação e orientação também fico feliz, pois o aluno teve senso crítico e soube se posicionar.

Mas nem tudo são rosas… Para trabalhar como educadora é necessário estudar muito, se dedicar muito. Inclusive perdi as contas de quantos cursos e livros li durante esta jornada.

Além disso no meu caso tem outro porém: gravar vídeos.

No começo era um desafio e tanto… Eu sofria, errava, gaguejava… Mas com o tempo e com a prática as coisas vão melhorando, hoje  sofro menos, rs. Isso me lembra que além de aprender e estudar o conteúdo em si dos cursos, preciso desenvolver outras habilidades como a oratória, comunicação, foco e concentração.

Agradecimentos

Após 2 anos só tenho que agradecer ao Guilherme Silveira pelo apoio de sempre.

Ao queridos alunos que me acompanham pelas trilhas dos cursos da Alura e nas minhas redes sociais.

Ao time de Revisão de didática da Alura: Vasco Ginde, Mayra Oliveira e Gisele Tronquini.

Ao time de edição de vídeos: Leonardo Guerra, Camila Fumata, Haidê Landim, Pâmela Lima e o Vinícius de Souza.

Ao timaço de Customer Success comandado pela Fernanda Sindeaux.

Ao Luiz Bassi que lidera o time de vendas B2B da Alura e que me dá o maior apoio para que o Meetup Mídias Sociais Sp aconteça.

Ao time de transcrição: Patrícia Alcântara, Letícia Ribeiro, Jana Paim, Cassio Gonçalves e a todo o time que se formou ao longo destes 2 anos.

Foto: Confraternização Alura, Caelum, Casa Do Código e Music Dot.

Sinto muito orgulho em fazer parte desse grande time que a Alura está construindo!

E fico muito orgulhosa também de ter vários cursos na plataforma.

Mais mudanças à vista!

Os últimos cursos são voltados para desenvolver os softskills dos alunos e graças a isso e ao meu forte interesse de desenvolver pessoas tomei uma decisão. Em 2018 iniciarei meus estudos em Psicologia.

Estou animadíssima e pronta para encarar mais essa mudança!

A vida é uma constante mudança e se não aprendermos a nos adaptar rapidamente a elas, oportunidades serão perdidas. Não sei você, mas eu quero aproveitar tudo que a vida pode me oferecer.

E você, como tem agido durante as suas mudanças?

De braços abertos ou com medo?

O medo é inevitável, mas a nossa atitude é o que faz a diferença.

Tags : Carreiramindset de crescimentoPriscila Stuanitrabalho
Priscila Stuani

Autora Priscila Stuani

Graduada em Marketing (UAM), Pós-graduanda em Neurociência aplicada à educação (UAM). Depois de atuar no mercado de serviços B2B por 7 anos, me tornei facilitadora do aprendizado, faço a interface entre o aluno e a teoria/prática. Também estou focada em apoiar profissionais no processo de criação de posicionamento no ambiente digital através do conteúdo para blogs e redes sociais.
  • Oi Bea!

    Muito obrigada pelo seu comentário! Fico hiper feliz!

    Fico muito feliz por estarmos na mesma vibe! Vamos trocar muitas figurinhas e 2018 será incrível! Desde já te desejo muitos sucesso também e que você continue focada na sua missão para ajudar muitas e muitas pessoas!